domingo, 13 de julho de 2008

Girassóis...

Ela tinha passado a tarde toda deitada, sentindo o forte aroma de chão batido misturado ao leve perfume daqueles girassóis, e ouvindo o silêncio (daqueles que conseguem ser ouvidos, mesmo que só por algumas pessoas) que a muito tempo ela almejava ouvir. Parecia que aquele lugar fora feito exatamente pra ela, e ela, como uma pessoa que acaba de receber o melhor dos presentes, aproveitou cada minuto possível naquele lugar.

Dizem que os Girassóis surgiram após uma linda moça se apaixonar pelo Deus Apolo e acompanhar seu trajeto pelos céus, dia após dia, até se tornar a flor. Mas ela nunca acreditava em histórias, fossem reais, fantasiosas ou as ambas juntas. Talvez pelas desilusões com as suas próprias histórias (fossem elas de amor ou de aventura), só os fatos reais importavam. Histórias não passavam de sonhos agora. Daqueles sonhos que não são sonhados, diga-se de passagem...

Mas passar a tarde toda deitada em um campo de girassóis, apreciando a beleza do Sol (que era observado e até mesmo julgado por aqueles belos e questionadores olhos negros) e de suas admiradoras amareladas, é algo que faz até mesmo a mais cética das pessoas, acreditar em alguma coisa. Nem que seja numa simples história ou num grande sonho (ou talvez em ambos). E ali, no meio daquela imensidão de cores vibrantes, ela acreditou. Não sabia ao certo em que (ou em quem), mas algumas histórias passavam a fazer sentido (mesmo que não fizessem sentido algum).

O vento aumentava a medida que Apolo cavalgava pra longe, pro outro lado. Ela agora acreditava em Apolo e acreditava em Girassóis. E mesmo sem saber, acreditava naquelas velhas histórias de amor. E talvez tenha sido isso que tenha colocado aquele sorriso satisfeito no rosto dela. E definitivamente foi isso que transformou aqueles questionadores olhos negros em olhos repletos de certeza e ardor.

Ela se levantou. Já era tarde, e Apolo já tinha levado sua carruagem para outro lugar. A Lua surgia imponente no céu limpo, sem estrelas. Ela sabia que tinha muito a aprender e a acreditar ainda, e que essa mesma Lua ia ajudar nessa tarefa. Mas não naquele dia. Ela já tinha acreditado demais...
___________________________________________________________________

Dedicado a Vabz Queiroz. Porque as vezes Gérberas se transformam em Girassóis ;)


Blog com nome novo!

17 comentários:

El cielo de la noche disse...

Eu preciso de um Apolo!! só isso.. e eu no lugar dela acreditaria sem cessar!! Sempre!!


Lindo texto Sr moço sem juízo!!

Continue assim!!! =)

Mariiina. disse...

"Mas não naquele dia. Ela já tinha acreditado demais..."
pois é, eu sei exatamente como é isso ;~

vabz_queiroz disse...

Resultado final: PERFEITO!!!
Amei esse ar Shakesperiano impregnado em todas as linhas...
Exatamente igual a mim
hehe
Bjoooo Puime e Obrigada!

Arthur Lopes disse...

eh puime
mas um texto deveras bem escrito
continue assim
abraçoo

Anna Pitanga disse...

os seus textos são legais.. na maioria das vezes os personagens sao misteriosos.. a gnt sabe que alguma coisa aconteceu com eles, mas nao sab o que.
e elas, na maioria, terminam com um espaço.. como que falando que tudo pode acontecer ainda..sabe?
tipo, 'to be continued' ! iaheihaiueh
eu gosto! ;*

Victor Aguiar disse...

Ótimo texto cara!
Já tinha lido alguns aqui e são muito bons!

Regy Angel disse...

Estou precisando me deitar em um campo de girassóis.

Anamélia disse...

Amei, primo... como sempre, arrasou!
Quanto ao novo título do blog, adorei, afinal: "As reticências são os três primeiros passos do pensamento que continua por conta própria o seu caminho." ;)
Cuida-te.. beijos da sua eterna prima.. ;*

Denise disse...

Ah!...
Sua personagem... Tão inconstante quanto Apollo, o tempo, o vento, o amor.

Costura perfeita!

Muito bem Sr. Reticências!

Vabz disse...

Nossa
sou a costura perfeita!!
huahuahua
Aeeew Puime!! Arrasando!!

Lucas disse...

show puime
mandou fácil pra avariar
vai fazer falta mlkão

Fada disse...

Olá.
Estava visitando seu pedacinho e adorei.
Beijo grande

CONVIDO VC A CONHECER
WWW.CULTURAINUTIL.COM.BR
WWW.FADAMUTANTE.BLOGSPOT.COM

Fada disse...

Olá.
Estava visitando seu pedacinho e adorei.
Beijo grande

CONVIDO VC A CONHECER
WWW.CULTURAINUTIL.COM.BR
WWW.FADAMUTANTE.BLOGSPOT.COM

Ju Pietra disse...

Cai meio que de para-quedas e gostei... Lindo campo de sonhos!
Abçs

Anônimo disse...

Está começando a ficar dificil não ser repetiviva com você...
Estou seriamente precisando ler mais o dicionário pra encontrar elogios correspondentes aos seus textos...




perfeito! ;)

Everaldo Ygor disse...

Olá...
um belo texto...
E os girassóis exalando pensamentos belos e poesias intensas, cores com tom de Amor... Pairando nos elementos, nos campos profundos da mente, nas histórias, nas puras paixões... Aos olhos de Apolo...
Belo!
Abraços
Everaldo Ygor
http://outrasandancas.blogspot.com/

Dedinhos Nervosos disse...

Lindo... doce e melancólico... eu acho que ela queria ver, mesmo que pensasse que não.
Que bom que vc voltou.
:o)
Bjos.